Com origem da palavra “paz” vem do latim pax, a paz pode ser definida num sentido positivo e num sentido negativo. No seu sentido positivo, a paz é um estado de tranquilidade e de quietude; já, em sentido negativo, a paz é a ausência de guerra ou violência.


Vivemos hoje o tempo da quaresma, porém devemos ter consciência que não é somente esse tempo que devemos nos voltar para conversão. O gesto de mudança de vida deve ser uma prática permanente em nossa vida. A Igreja nos proporciona esse “tempo favorável” de conversão, com o objetivo de um encontro profundo com Jesus, dando início a um novo tempo para nossa existência.


A missão de evangelizar é dever de todo Cristão Batizado. O Batismo nos torna cidadãos do céu, mas não um cidadão isolado. Como batizados, fazemos parte da Igreja, que é o corpo místico de Cristo. Através do Batismo, nos tornamos filhos de Deus com a missão de professar diante dos homens a fé que, pela Igreja, recebemos de Deus e a participar da atividade apostólica e missionária do povo de Deus.


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, em comemoração aos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do rio Paraíba do Sul, instituiu o Ano Nacional Mariano, a iniciar-se aos 12 de outubro de 2016, concluindo-se aos 11 de outubro de 2017, para celebrar, fazer memória e agradecer.

Como no episódio da pesca milagrosa narrada pelos Evangelho


Hoje em dia há uma desvirtuação de sentido da Misericórdia, motivado muitas vezes em troca de acomodar as situações irregulares de pecado em que muitas pessoas vivem e praticam. Essa falsa misericórdia, fere a dignidade de filhos de Deus contrariando o que nos ensinou Cristo Jesus.


Quero iniciar esse artigo dizendo da necessidade em quebrarmos o conceito de santidade como sinônimo de perfeição. A melhor expressão para definir seu significado está em considerar um Santo, aquele que está separado por Deus do comum e da mesmice.


Refletindo no sentido dessa frase de Madre Teresa de Calcutá, chegamos à conclusão que é necessário um olhar ainda mais atento, consciente e indignado sobre a gravidade do desamor. A falta de amor é a maior de todas as pobrezas, infelizmente percebemos que existe hoje um clima de insensibilidade entre as pessoas.


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui