De modo geral, todos tendemos a aceitar “o amor que imaginamos merecer”. Mas, na manjedoura de Belém, Deus se fez um de nós para que recebêssemos o seu amor, e não nos contentássemos com as mixarias deste mundo.


O Vaticano confirmou como verdadeiro um milagre atribuído à intercessão do jovem Carlo Acutis. Mas e nós, será que ainda acreditamos em milagres e na onipotência divina? Ou já sucumbimos ao espírito iníquo dos tempos modernos?


Toda a Bíblia está centrada em Jesus Cristo, o nosso Salvador. O Antigo Testamento anuncia a Sua vinda; os Patriarcas O esperavam, os Profetas O anunciaram com muitos detalhes, a Virgem O recebeu com amor de Mãe. Portanto, podemos dizer que, de certa forma, todos os personagens bíblicos estão relacionados com a vinda de Cristo.


A origem do Rosário, segundo a tradição, está no costume dos antigos monges, de fazer suas preces, contando-as com o uso dos dedos das mãos ou mediante pedrinhas ou grãos. Na Idade Média (séculos X-XII), os fiéis costumavam rezar vários “Pais-Nossos” ou várias “Ave-Marias” consecutivos, quando não conseguiam recitar os 150 Salmos.


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui