A autenticidade te leva a radicalidade da fé

 

E eu sei que você, jovem, pode até questionar, eu não sou Abraão, não vivo no tempo de Abraão, isso não serve para mim, mas a pergunta que te faço é essa: para viver com autenticidade sua fé, o que está disposto a sacrificar? Quem é o teu Isaac? O que te impede de viver uma juventude autenticamente Cristã? São seus vícios, a cervejinha, o cigarro, o futebol, a novela. Você deixaria de beber a sua cervejinha por que tem um amigo, que é alcoólatra e vê em você por suas atitudes na Igreja, alguém para se espelhar? 

Muitos podem dizer que essa palavra radicalidade, é coisa de gente bitolada. Não é, provo isso, radical vem de raiz, precisamos viver a radicalidade de nossa fé sim e sermos radicais principalmente conosco mesmo. A raiz é onde a planta suga o alimento do solo para crescer bem.Quanto ao mais, irmãos, já os instruímos acerca de como viver a fim de agradar a Deus e, de fato, assim vocês estão procedendo. Agora lhes pedimos e exortamos no Senhor Jesus que cresçam nisso cada vez mais” (1 Tessalonicenses 4:1).
Viver a radicalidade da fé para mim é isso, não fazer aquilo que eu quero mas aquilo que a minha fé me indica como caminho de salvação. o que agrada o coração de Deus;  você pode ir ao baile funk? Sim, mas o ambiente é de quem vive uma fé autêntica? Você pode dizer: Deus está em todo lugar! E eu digo: está mesmo, porém pergunto: Ele reina em todo lugar? Se você disser que sim, tente ir para um baile funk, ajoelhe-se e chame as pessoas para orar como você  até a madrugada acabar; diga: chega de funk!  Daqui até o final da madrugada será só louvor, para exaltar o nome de Jesus. Acredito que não dará certo.

Por isso jovens "Tudo me é permitido, mas nem tudo convém” ,convém ser de Deus. Viver a autenticidade do meu batismo, que me leva a radicalidade da fé.

Até mais, fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

            Anderson Roberto Gomes

Postulante da Comunidade Operários da Messe


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui