Escolha certa

 

 Estamos vivendo em um tempo de graça, onde Deus nos oportuniza a estarmos bem perto dele, muito próximos, mesmo diante das realidades assustadoras. As situações mundanas a cada dia estão se afunilando, e é tempo de sermos somente de Deus.

Chegou a hora de fazermos a separação, como são Mateus cita no evangelho sobre a parábola do “joio e o trigo”, as novas e velhas coisas; mas quero me ater na parábola que nos diz: “O reino dos céus é como uma rede lançada ao mar, que apanha peixes de todo tipo” (Mateus13,47ss). Refletindo sobre essa parábola podemos interpretá-la de várias formas: Esta rede podemos comparar com o olhar de Deus sobre nós, não como um Deus que julga e condena, mas diante das situações que vivemos um Deus que estende os braços e nos diz: “eu te dou a oportunidade de ser feliz, eu te dou oportunidade de salvação, vem pra perto de mim.”

Refletindo sobre este mundo, podemos dizer que é o mar,  parece que a qualidade dos peixes está mais para ruins do que para bons, mas é hora de permitirmos que o mar do nosso coração volte o olhar para o Senhor, dando a Ele a oportunidade de nos penetrar; assim começaremos a separar o que é ruim, e ficaremos com os “peixes” de qualidade, isto é, as virtudes que recebemos no nosso batismo.

 Infelizmente nos dias de hoje enxergamos as realidades que preferimos, e a maioria das vezes ficamos com aquilo que é de má qualidade, pois de certa forma algumas chegam até nós maquiadas, camufladas, de boa aparência. Diante disso, por estarmos desatentos ou afastados da palavra de Deus, não conseguimos fazer a separação, ou então preferimos ficar com aquilo que é mais fácil, não nos comprometendo com o reino de Deus.

 Quando me envolvo com a palavra, com as coisas do reino de Deus, sou incomodada, e a luz do Espírito Santo me convida a fazer esta separação, pois onde chega a luz às trevas se discipam.

 Agosto, mês vocacional, tempo de viver a vocação específica na qual Deus nos destinou. Todos nós temos uma vocação como filhos e filhas de Deus, a vocação de sermos envolvidos pela luz do evangelho, e como cristãos devemos imediatamente dar uma resposta diante dos tempos difíceis que vivemos. Jesus em um dos evangelhos, diante dos questionamentos, deixa livre a opção para os discípulos: “E vós, também quereis ir?” No entanto Pedro disse: “A quem iremos Senhor?”

Que a graça e a oportunidade que temos a cada dia, possa alcançar os nossos corações, e que essa rede que é o olhar de Deus lançado sobre nós nos penetre profundamente, para que realmente consigamos separar os “peixes”, os joios, às coisas velhas e novas que estão dentro de nós.

Neli Quirino

Co- Fundadora da Comunidade


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui