Vaticano inaugura presépio e iluminação da árvore de Natal

 


Tudo está pronto na Praça São Pedro para a inauguração do presépio e da iluminação da árvore de Natal. A cerimônia contará com canções de Natal e danças folclóricas do Trentino e do Vêneto. Este ano os dois símbolos do Natal foram doados ao Papa pelas pequenas cidades de Scurelle, no Trentino, e Rotzo, Vicenza. A cerimônia será presidida pelo cardeal Giuseppe Bertello e por Dom Fernando Vérgez Alzaga, respectivamente presidente e secretário geral do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano.

O Papa Francisco encontrará nesta quinta-feira, 5, na Sala Paulo VI, as delegações de Scurelle, do Consórcio dos Usos Cívicos de Rotzo Pedescala e São Pedro e do Grupo Artístico do Presépio Parè de Conegliano (Treviso), que doaram o presépio montado na Sala Paulo VI. Quase 600 pessoas a quem o Papa agradecerá e a quem entregará sua Carta sobre o presépio, assinada no último domingo, 1, em Greccio, na gruta do primeiro presépio.

O prefeito de Scurelle, Fulvio Ropelato, que acompanhou os bombeiros locais e os “Amigos do presépio”, para a montagem do presépio, que tem 23 personagens em tamanho real de madeira, comentou a satisfação de colaborar com a decoração de Natal do Vaticano:

“Foi bom poder chegar aqui depois de ter envolvido todas as pessoas que envolvi, todas as associações, ter criado unidade, porque o presépio só é bonito se for feito por todo o povo do vilarejo. Como o presépio em casa: se todos participam da construção do presépio, ele tem mais sentido e tivemos a sorte de trazê-lo para cá. Nunca pensei – comecei em 1999 – em atingir esse nível, mas ano após ano, cuidando dos detalhes, acrescentando, envolvendo bombeiros que trabalharam tanto, chegamos aqui. Esperamos que o Papa fique feliz, porque fizemos o nosso melhor”.

Ropelato conta que o presépio também trouxe uma mensagem de fé e agradeceu o Papa pela oportunidade. “Se não temos um pouco de fé em fazer o presépio é um problema. Você tem que ouvi-lo, então vale a pena e cria concórdia entre todas as pessoas”.

O presépio é totalmente natural, “sem plástico”. Segundo o diretor de obras, o arquiteto Lanfranco Fietta, a escolha revela  a estreita relação dos habitantes de Scurelle com a natureza. “Naturalmente, este presépio quer representar uma parte da realidade montanhosa, de pessoas simples que têm uma relação íntima e próxima com a montanha, com seus trabalhos, que são organizados de uma certa maneira. Os personagens, movimentos e situações que são representados, mostram os pontos mais significativos de uma vida do início do século XX, muitas vezes de dificuldades”.


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui