Eu vi o Senhor

.

Nos relatos da Ressurreição no Evangelho de João há uma personagem que sempre chamou atenção: chama-se Maria Madalena, ela encontra-se entre as mulheres que seguiam Jesus. A partir do momento que ela tem o seu encontro com o Senhor não consegue mais se distanciar dele. Ela o segue no seu ministério, entregando-se de coração ao Senhor e ao seu projeto do Reino. Seu seguimento do Mestre é incondicional, ela vive o anúncio da Palavra na intimidade com o Senhor.

Podemos reconhecer em Maria Madalena o “Amor Gratidão”, atitude essa, que devemos expressar a cada dia em nossa vida, pois quem ama verdadeiramente é grato, e quem vive a gratidão persevera independente das circunstâncias, boas ou não, de sua vida. No momento em que Jesus é condenado a morte, mesmo quando o mestre tinha sido abandonado por quase todos, até mesmo seus amigos mais próximos, Maria Madalena não o abandona.

Maria aparece de novo entre aqueles que vão ao túmulo no domingo de manhã. Ela está sofrendo com a falta do seu mestre que foi tirado injustamente. Encontra o túmulo vazio e imediatamente corre avisar os discípulos que a pedra foi retirada, e se preocupa depois quando percebe que o corpo não está ali.

Maria chora desconsolada, porém Jesus aparece e pergunta: mulher porque chora? No primeiro momento, ela não o reconhece e conta que chora por não saber onde está o Senhor. Jesus então a chama pelo nome: Maria! Ela reconhece o seu mestre. Ele a envia a anunciar aos outros que Ele Ressuscitou. Ela imediatamente correu para anunciar.

Muitas vezes deixamos de ter um encontro com o ressuscitado em nossa vida devido ao desejo que nos move a seguir a Deus somente a hora que dele necessitamos. Deus não é um balcão de troca! Nem mesmo um fazedor de nossos caprichos pessoais. Madalena nos ensina a viver com Cristo desde o momento dos grandes milagres até o sofrimento na cruz, pois só assim encontraremos o verdadeiro sentido da vida.

Sendo perseverante da glória ao sofrimento, nas diversas fases de nosso cotidiano, seremos formados e forjados para ver, ouvir e experimentar a vida do ressuscitado. Sobretudo, Maria Madalena é para todos os cristãos um modelo de discipulado fiel, atento ao mestre e de um relacionamento profundo com o Senhor. Sejamos testemunha da Ressurreição do Senhor nos tornando missionários do seu Reino, professando com nossa vida para todos ao nosso redor, EU VI O SENHOR!

 

César Quirino

Fundador


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui