"POIS NASCEU PARA NÓS UM MENINO, UM FILHO NOS FOI DADO"

 

Deus entra na história do ser humano por meio de uma mulher simples, humilde e corajosa. Nasce para nós o Salvador. Hoje é dia de boas notícias, pois a história toma rumo novo, manifestando o amor de um Deus fiel. Glória a Deus no mais alto dos céus! Sua glória é ação concreta repercutindo na terra, trazendo para todos a paz.

O nascimento de Jesus nos traz um “novo tempo” que traz a libertação para nós seus filhos e filhas. Esse é o motivo central, que explica sua manifestação ao mundo. Em contra partida a sociedade hoje é atingida por uma cultura de morte que submete as pessoas a falsas ideologias que nos tira dos valores da vida e nos impõem os valores relativos.

O menino nasceu para que nós tornássemos livres e não submissos as ideologias ditadas pela cultura de morte hoje existentes e expressadas por politicas sociais econômicas e culturais. Essas opressões são apresentadas por meios  estruturais que tem o objetivo de  nos impor uma cultura de morte com uma falsa veste de felicidade e libertação.

São diversas maneiras que nos são propostas por essa ideologia, tais como o aborto, a união civil das pessoas do mesmo sexo, a ideologia de gênero, a liberação sexual, formas essas que tem por objetivo de extinguir os valores fundados na palavra de Deus, da vida, família nos escravizar.

O poder de morte desta ideologia é muito bem articulada e astuciosa pois ela segue criteriosamente agindo na sociedade nos três principais posto. Primeiro ela seduz depois, ela inverte os valores e depois de tudo isso escraviza. Só nos tornamos escravos quando a sedução do mundo se torna capaz de inverter nossos valores Cristãos.

A melhor forma de nos protegermos contra essa cultura é trazer para nossa família os valores os valores trazidos pela virgem Maria;  um coração simples, uma vida marcada pela  humildade e um caráter firme e corajoso para assumir os valores Cristãos diante do paganismo social e cultural que vivemos.

Não tenhamos medo, pois as esperanças daqueles que sofrem reflorescem a partir desse nascimento que hoje celebramos. Envolto em faixas e colocado na manjedoura; envolto num lençol e colocado num sepulcro; feito pão e vinho e posto a serviço dos que ele ama: assim é o nosso salvador, o Messias, o Senhor, aquele que não reservou para si sua vida, mas a entregou a fim de nos resgatar e purificar, tornando-nos Filhos e Deus a caminho do céu.

 

César Quirino

Fundador


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui