"HOJE NASCEU PARA NÓS O SALVADOR QUE É CRISTO O SENHOR"

 

Ao mesmo tempo em que essas festas de final de ano trazem sentimentos bons, também podem trazer confusões sentimentais em nossa vida. 
Sentimentos como,  desolação, solidão, depressão, angustia, ansiedade, e muito estresse.

Lembramos dos presentes e festas, porém esquecemos do motivo  principal desse tempo, gerando assim em nós transtornos interiores ao invés de um momento de reflexão da riqueza desse tempo .

Curiosamente o mundo virtual e tudo que gravita em volta dele são associações mentais que colaboram ainda mais com esses sentimentos, devido às redes sociais, pois interferem negativamente na realidade de vida de muitos.  No natal as pessoas se sentem mais sozinhas, pois muitas vezes percebem que não possuem tantos amigos. Já no ano novo sentem carência de perspectiva, com medo do novo ciclo que se inicia.

É uma sensação de pânico que  se instala em nossa mente. Nessas situações, o melhor a fazer é não se espelhar no mundo virtual, nem tudo é como parece. Tanta tecnologia ajuda, mas também atrapalha e afasta as pessoas, devemos ter em mente que o contato real é o que vale ao invés de espelhar-se em um mundo virtual inexistente. 
Infelizmente, devido à necessidade de se alcançar uma felicidade vendida pelo mundo, mal se tem tempo para acolher o presente que Deus concede a muitos, mas que ainda não foi desembrulhado…

Com a agenda cheia de compromissos, visitas, entre outros apontamentos, faltam esforços para viver o encontro com DEUS que é a salvação para ricos e pobres; brancos e negros; livres e cativos. Aquele que deseja nos ajudar a alcançar as virtudes que, por muitas vezes, nos vemos distantes.

A felicidade que se busca não está contida num pacote embrulhado ou, simplesmente, nos votos de dias sem preocupações, crises e sofrimentos. Sabemos que presente algum poderá eliminar os vazios de nosso coração quando há falta de gestos concretos de solidariedade, paciência e disposição para transformar o ambiente em que vivemos, no lugar onde a sadia convivência, a harmonia e o respeito mútuo tem morada.

O grande diferencial que suprirá o vazio de nossa alma e que revitaliza nossas forças, especialmente quando sobrevêm as tempestades em nossa vida, tem sido proclamado pela Igreja há mais de 2.000 anos. Ainda hoje grandes transformações continuam acontecendo na vida daquelas pessoas que se colocam abertas a conhecê-Lo, pois, ao tocarem a história d’Ele, não se encontram com um personagem que viveu há milhares de anos, mas com Alguém que vive e realiza prodígios na vida de quem o acolhe como Amigo.

Não se conhece alguém que, ao assumir a participação de Jesus Cristo na sua vida, tenha sido decepcionado ou abandonado às margens do caminho; ou que, ao ter clamado por Sua ajuda, tenha sido desprezado.

Talvez esteja faltando – entre as atividades agendadas para o feriado de Natal – o compromisso de buscar viver o encontro com Aquele que é a razão de toda existência. Dessa maneira, em vez de permitirmos que o Menino Deus nasça numa manjedoura fria, que possamos testemunhar a alegria de acolher Aquele que pode preencher a nossa alma, abrindo as portas do nosso coração para a Salvação que vem ao nosso encontro.

 

 

 

 


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui