Enviai teu Santo Espírito!

 

Ao término do período de cinquenta dias após a Páscoa, a festa de Pentecostes, a vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos, marca o cumprimento da promessa de Jesus Cristo: "Quando vier o Paráclito que vos enviarei de junto do Pai, o Espírito da Verdade que vem do Pai, ele dará testemunho de mim. E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o princípio" (Jo 15, 26-27). João acrescenta ainda: "Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena, pois não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas futuras! (Jo 16,13)

Deus se manifesta no cenáculo em Pentecostes, é dia do nascimento da Igreja, o momento em que o verdadeiro significado da Cruz e da Ressurreição de Cristo se manifesta e retorna à comunhão com Deus. Em Pentecostes a Igreja toma consciência da sua missão e revela seu dinamismo evangelizador, formando comunidades cristãs autênticas, seguidoras de Jesus Cristo, pois o Espírito Santo é a força que santifica, Ele que é o Espírito de santidade.

A Beata Elena Guerra se refere a vinda do Espirito Santo no Cenáculo com um “beijo de reconciliação”, dado por Deus à humanidade redimida com o Sangue de Jesus Cristo. Esse “beijo” é a Graça da manifestação de Deus de dentro para fora do coração de seus filhos.

O Catecismo da Igreja Católica, afirma: "crer no Espírito Santo é professar que o Espírito Santo é uma das pessoas da Santíssima Trindade, consubstancial ao Pai e ao Filho e "com o Pai e o Filho é adorado e glorificado". Ele está em ação com o Pai e o Filho do início até a consumação do projeto de nossa salvação. Mas é "nos últimos tempos", inaugurados pela encarnação redentora do Filho, que ele é revelado e dado, reconhecido e acolhido como pessoa" (Cf nº 685/686).

Em Pentecostes, o Espírito Santo revela toda a força. De tímidos e medrosos, transformam os apóstolos em missionários ardorosos, anunciando sem temor que Jesus, "que vocês mataram" (dirigindo-se aos judeus), ressuscitou dos mortos e isso nós e o Espírito Santo o atestamos publicamente.

Verdadeiramente, Pentecostes é uma explosão do poder de Deus na vida da igreja para o mundo, por meio de uma experiência mística mas concreta, pois é capaz de transformar vidas, tornando homens e mulheres munidos de seus limites e fraquezas em pessoas fortes ao ponto de ir até as últimas consequências por amor a Igreja e a humanidade.

Pentecostes não restringiu-se só em Atos 2, sua manifestação caminhou nos séculos dos séculos e ainda hoje está agindo no meio de nós, como nos diz a Beata Elena Guerra: "Não foi somente sobre os Apóstolos que desceu o Espírito Santo, como mostrou também por meio de sucessivas aparições nos dias que se seguiram a Pentecostes, mas vem para todos os fiéis, em todos os lugares, em qualquer idade, basta que o queiram, que O invoquem, e lhe deem lugar no próprio coração."

 

Um feliz e perene Pentecostes a todos!

César Quirino

Fundador


FALE CONOSCO

  • Rua João Ridley Bufford,79 – Centro Santa Bárbara d’Oeste – SP
  • (19) 3044–3898
  • contato@operariosdamesse.org.br
  • Como Chegar

Pedido de Oração

Pesquise aqui